1º Encontro de Clubes de Observadores de Aves do RS

Redes Sociais
coars5

Parte do grupo se preparando para saída na manhã de domingo

Nos dias 8 e 9 de outubro de 2016, foi realizado no Parque Estadual Quarta Colônia em Agudo, RS, o primeiro encontro dos observadores de aves do RS.

coars1

Grupo junto à barragem de D. Francisca.

O Parque Estadual Quarta Colônia, criado em 2005, e com sua área de 1.850 hectares situada às margens do Rio Jacuí, nos municípios de Agudo e Ibarama, foi uma compensação pela construção da Usina Hidroelétrica de Dona Francisca. Tem na sua área vários morros, e áreas mais perto do rio, onde antigos moradores deixaram plantações de árvores frutíferas exóticas, que hoje constituem a maioria da vegetação.

coars8

O grupo de observadores durante a reunião.

Participaram da reunião 15 representantes de clubes de observadores de todas as regiões do estado.  Após um almoço de recepção no sábado, foram iniciados os trabalhos, com o depoimento de cada participante. Todos descreveram as suas regiões, as potencialidades e os tipos de atividade que cada grupo vem realizando. Além da congregação dos participantes, com troca de informações e peculiaridades de cada região.

coars7

Aquiles Naressi descrevendo a situação da observação em Sta. Maria.

O grupo aproveitou a noite do sábado para realizar uma excelente corujada e uma saída diurna no domingo pela manhã. No entardecer, já a corujinha-do-mato e a mãe-da-lua vocalizavam junto aos alojamentos, sendo fotografadas facilmente por todos os participantes. Numa caminhada após o jantar, em uma trilha secundária, avistamos o troféu da viagem: o bacurau-tesoura-gigante, cujos voos foram contemplados por todos por mais de 15 minutos.

coars2

A busca de um indivíduo escamoteado na capoeira.

Foram percorridas trilhas na mata e também na estrada, chegando até a barragem da hidroelétrica Dona Francisca no Rio Jacuí. Nos dois dias, foram observadas por volta de 130 espécies diferentes.

coars3

Aquela flexão de pescoço para sentir saudades…

O encontro foi muito produtivo, merecendo destaque a receptividade do guarda-parques Aquiles Naressi e de sua esposa Mariana, eles próprios grandes observadores da região central do estado. Também entre os participantes, o pesquisador da Fundação Zoobotânica do Estado, ornitólogo Glayson A. Bencke, que fez pertinentes observações com relação aos objetivos dos clubes de observadores de aves.

coars6

Glayson A. Bencke apresentando suas opiniões.

Entre as resoluções, ficou estabelecido como objetivo principal a realização de um evento do tipo AVISTAR, ou AVISTCHÊ como alguns mencionavam. A implantação de um site e de um protocolo de intenções do grupo entre outros. Após o almoço, os participantes iniciaram o retorno aos seus locais de origem, deixando já saudades deste encontro.

grupo-de-coas-rs-foto-de-pedro-sessegolo

Grupo reunido antes da saída, no domigo ao meio-dia. Foto de Pedro Sessegolo.

gsmuller

Com formação em engenharia elétrica, sou observador e fotógrafo amador de aves. Participo do Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre -RS.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.