1º Encontro Dos Clubes De Observadores De Aves Do RS

Participantes do 1º Encontro de COASRS no PEQC em Agudo, RS (foto Pedro Sessegolo).

Nos dias 8 e 9 de outubro de 2016, ocorreu o primeiro encontro de representantes de COAs do Rio Grande do Sul. O local escolhido para o encontro foi o Parque Estadual Quarta Colônia, em Agudo, onde o anfitrião do evento, guarda-parque Aquiles Bastiani Naressi, recebeu os visitantes com muito entusiasmo e hospitalidade. Estiveram presentes representantes de grupos em atividade ou ainda em formação vindos das Missões, Santa Maria, Bagé, Vales do Caí, Taquari e Pardo, Uruguaiana, Pelotas e Porto Alegre, num total de 15 participantes.

Participantes do 1º Encontro de COAsRS.

Aquiles Naressi falando sobre sua experiência

Glayson A, Bencke discorrendo sobre as melhores práticas.
Na reunião do dia 8 à tarde, cada representante fez uma breve apresentação sobre o seu grupo, relatando número de associados, área de abrangência, forma de organização e destinos mais visitados, entre outros aspectos. Em seguida, em um ambiente muito agradável e interativo, os presentes trocaram ideias sobre temas como a realização de um evento regional de observadores de aves nos moldes do AVISTAR, a construção de um site estadual de COAs, a elaboração de um estatuto para o “COA-RS” e a criação de uma comissão executiva provisória para tocar as ações até a formalização do grupo. Os presentes entenderam que é possível organizar um “AVISTCHÊ” para 2017, elegendo Porto Alegre como o local mais adequado para o encontro. Também ficou definida a criação de um site para integrar as ações dos diversos COAs e para facilitar o acesso a informações aos observadores de fora do estado. Sobre o estatuto, considerou-se que a elaboração de um acordo de intenções é o encaminhamento mais adequado no momento. Por fim, foram escolhidos um representante do COA Vales do Taquari e Rio Pardo, um do COA Planalto Médio e outro do COA-POA para compor a comissão provisória.

Mãe-da-lua dando sopa em cima do poste de luz

Bacurau-tesoura-gigante M pousado em arbusto.

À noite, uma saborosa galinhada foi oferecida aos participantes, seguindo-se uma sessão de observação de aves noturnas, em que o show ficou por conta de um bacurau-tesoura-gigante, registrado pela primeira vez na área.

Grupo se preparando para a saída na manhã de domingo

Exercício para o pescoço!

Trilha na área do parque

O dia 9 foi reservado para a integração entre os participantes, por meio da observação de aves pelo parque. Percorremos a trilha da mata e a estrada, e visitamos o mirante da barragem de Dona Francisca. Cerca de 130 espécies foram registradas nos dois dias.

usina dona Francisca


sinalização da usina

usina dona francisca
vista da usina desde o mirante

O encontro deixou saudade e o desejo de vivenciar outros momentos como esse. Nossos agradecimentos à equipe do Parque Estadual Quarta Colônia, em especial ao Aquiles e à Mariana, pela calorosa recepção e agradável companhia. Esperamos desde já pelos bons frutos desse encontro!

gsmuller

Com formação em engenharia elétrica, sou observador e fotógrafo amador de aves. Participo do Clube de Observadores de Aves de Porto Alegre -RS.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.